Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unifap.br:80/jspui/handle/123456789/681
Title: Agricultura familiar como fonte de renda e subsistência no Ramal do Mutum, Tartarugalzinho, Amapá
metadata.dc.creator: BOAES, Aldeane Abreu
metadata.dc.contributor.advisor1: BRITO, Kalyne Sonale Arruda de
metadata.dc.contributor.advisor1Lattes: http://lattes.cnpq.br/4329763474442768
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Citation: BOAES, Aldeane Abreu. Agricultura familiar como fonte de renda e subsistência no Ramal do Mutum, Tartarugalzinho, Amapá. Orientadora: Kalyne Sonale Arruda de Brito. 2020. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura em Educação do Campo Ciências Agrárias e Biologia) – Campus de Mazagão, Universidade Federal do Amapá, Mazagão, 2020. Disponível em: http://repositorio.unifap.br:80/jspui/handle/123456789/681. Acesso em: .
metadata.dc.description.resumo: A agricultura familiar é caracterizada por ser uma atividade realizada em pequenas propriedades rurais, com força de trabalho predominantemente formada por membros da família; responsável pela produção de alimentos que abastece parte do mercado interno brasileiro, sendo fonte geradora de renda para o agricultor. Nesse sentido, objetiva-se com este trabalho analisar a importância econômica e social da agricultura familiar para as famílias do ramal do Mutum, município de Tartarugalzinho, Amapá. A pesquisa de campo foi realizada entre os meses de dezembro de 2019 e janeiro 2020, por meio de entrevista e aplicação de questionário a 21 agricultores familiares, acerca da caracterização do agricultor e de sua propriedade, das atividades agropecuárias desenvolvidas, comercialização e aspectos socioeconômicos, acesso às politicas públicas e orientação técnica de apoio a agricultura familiar e as dificuldades enfrentadas nesta atividade. A maioria dos entrevistados é do sexo masculino (71,4%), com idade entre 60 e 70 anos, 38,1% são analfabetos, moradores e produtores há mais de 10 anos e que cultivam diversas espécies temporárias e permanentes, destacando-se a mandioca, milho, banana, pupunha, cupuaçu, arroz, feijão, coco, açaí e subprodutos, como a farinha de mandioca, além da produção de frango caipira e suínos. O acesso à orientação técnica e linhas de crédito fomentadas pelo governo é deficitário, em virtude da limitada prestação de serviços dos órgãos competentes do estado. O engajamento em organizações sociais é pouco praticado pelos agricultores, tornando-os cada vez mais isolados nas tomadas de decisões. Os principais canais de comercialização utilizados são as feiras livres ofertadas pelo estado e município, bem como a venda local direta ao consumidor. Os preços praticados no ato da venda passam por variação entre os períodos de safra e entressafra. Dentre as dificuldades enfretadas, destacou-se a logística de escoamento dos produtos, incluindo-se os meios de transporte disponíveis e a péssima qualidade das estradas. Os agricultores, em sua maioria, possuem renda vinculada, exclusivamente, às atividades da agricultura familiar e observaram aumento da renda e melhoria da qualidade de vida, ao longo dos anos
Abstract: Family farming is characterized by being an activity carried out on small rural properties, with a workforce predominantly formed by family members; responsible for the production of food that supplies part of the Brazilian domestic market, being a source of income for the farmer. In this sense, the objective of this work is to analyze the economic and social importance of family farming for families at the Mutum branch, in the municipality of Tartarugalzinho, Amapá. The field research was carried out between the months of December 2019 and January 2020, through interviews andquestionnaires to 21 family farmers, about the characterization of the farmer and his property, the agricultural activities developed, commercialization and socioeconomic aspects, access to public policies and technical guidance to support family farming and the difficulties faced in this activity. Most of the interviewees are men (71.4%), aged between 60 and 70 years, 38.1% are illiterate, residents and producers for more than 10 years and who cultivate several temporary and permanent species, especially cassava, corn, banana, pupunha, cupuaçu, rice, beans, coconut, açaí and byproducts, such as manioc flour, in addition to the production of free-range chicken and pigs. Access to technical guidance and credit facilities provided by the government is deficient, due to the limited provision of services by the competent institutions of the state. Engagement in social organizations is little practiced by farmers, making them increasingly isolated in decision-making. The main marketing channels used are free fairs offered by the state and municipality, as well as direct local sales to consumers. The prices charged at the time of sale pass variation between the harvest and offseason periods. Among the difficulties faced, the logistics of product flow stood out, including the means of transport available and the poor quality of the roads. Most farmers have income linked exclusively to family farming activities and have seen an increase in income and an improvement in quality of life over the years
Keywords: Agricultura familiar – aspectos sociais
Agricultura familiar – aspectos econômicos
Agricultura familiar – Ramal do Mutum – Tartarugalzinho – Amapá – Brasil
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Publisher: UNIFAP - Universidade Federal do Amapá
metadata.dc.publisher.country: Brasil
metadata.dc.source: CD-ROM
Appears in Collections:Educação no Campo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AgriculturaFamiliarFonte.pdf1,42 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons