Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unifap.br:80/jspui/handle/123456789/842
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorDUTRA, Rafaela Christine-
dc.date.accessioned2022-05-18T14:19:30Z-
dc.date.available2022-05-18T14:19:30Z-
dc.date.issued10-10-2019-
dc.identifier.citationDUTRA, Rafaela Christine. Construção e validação da escala de conhecimentos e práticas sobre saúde ocular na infância para profissionais da estratégia de saúde da família. Orientadora: Maira Tiyomi Sacata Tongu Nazima. 2019. 107 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) – Departamento de Pós-Graduação, Universidade Federal do Amapá, Macapá, 2019. Disponível em: http://repositorio.unifap.br:80/jspui/handle/123456789/842. Acesso em:.-
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifap.br:80/jspui/handle/123456789/842-
dc.description.abstractVision is very important for child's development. The number of visually impaired people in Brazil and worldwide, financial, social impacts of this deficiency are alarming, the percentage of low-income population is large and the preventive actions related to ophthalmological problems are very important. Investigating the knowledge and practice of professionals who work in the Family Health Strategy on childhood eye health is important in order to evaluate whether, in fact, the recommendations from Ministry of Health since 2013 have been followed, to the vision for the population. Objective: To develop and validate the Scale of Knowledge and Practice on Ocular Health in Childhood for Professionals of the Family Health Strategy. Method: The scale was elaborated based on the Directives of Attention to the Ocular Health in the Childhood - 2nd edition. It consists of 13 questions, with responses categorized as Likert-type scale, related to the identification of risk situations for prenatal and child eye health and appropriate intervention, functional assessment of vision, signs and symptoms related to ocular health and gauging of visual acuity. To validate the clarity and content of the instrument, the scale items were presented to a multidisciplinary team of 9 professionals with ocular health experience and the agreement percentage was analyzed. The instrument was also submitted to the pilot test and applied to 30 professionals of the target population. The degree of agreement between them was evaluated by calculating the Content Validity Index (CVI). The construct validity was verified by the internal consistency analysis, analyzing the items by the Rash Model and the Cronbach's alpha calculation in a sample of 150 people. Results: In the validation of content, all items had concordance percentage greater than or equal to 80% by the judges. In the CVI analysis, during the pilot test, all items were maintained. The internal consistency analysis presented Cronbach's alpha of 0.556 for the Knowledge subscale and 0.778 for the Practices subscale and in the item-by-item analysis none of the items undermines this subscale. Considering the full scale, the alpha is 0.684, showing good internal consistency. The Rasch model analysis demonstrates that the scale is valid, the subscales are one-dimensional and no item distorts the measurement. Conclusion: The scale of childhood eye health knowledge and practices for family health strategy professionals has been successfully developed, presenting content and construct validity.pt_BR
dc.publisherUNIFAP - Universidade Federal do Amapápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 United States*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/us/*
dc.sourceVia SIPACpt_BR
dc.subjectOftalmologia pediátricapt_BR
dc.subjectCrianças - deficiência visualpt_BR
dc.subjectCriança - deficiente visualpt_BR
dc.subjectProblemas oftalmológicos - prevençãopt_BR
dc.titleConstrução e validação da escala de conhecimentos e práticas sobre saúde ocular na infância para profissionais da estratégia de saúde da famíliapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1NAZIMA, Maira Tiyomi Sacata Tongu-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6757577789195331-
dc.description.resumoA visão desempenha grande importância no desenvolvimento da criança. O número de deficientes visuais no Brasil e no mundo e os impactos financeiros e sociais desta deficiência são elevados, o percentual em população de baixa renda é grande e as ações preventivas relacionadas aos problemas oftalmológicos são de suma importância. Investigar o conhecimento e prática de profissionais que atuam na Estratégia de Saúde da Família sobre saúde ocular na infância faz-se importante para avaliar se, de fato, as recomendações feitas pelo Ministério da Saúde, desde 2013, vêm sendo seguidas, permitindo garantia do direito à visão para a população. Objetivo: Desenvolver e validar a Escala de Conhecimentos e Prática sobre Saúde Ocular na Infância para Profissionais da Estratégia de Saúde da Família. Método: A escala foi elaborada com base nas Diretrizes de Atenção à Saúde Ocular na Infância- 2ª edição. Consta de 13 questões, com respostas categorizadas em escala do tipo Likert, relacionadas à identificação de situações de risco para a saúde ocular no prénatal e em crianças e intervenção apropriada, avaliação funcional da visão, sinais e sintomas relacionados à saúde ocular e aferição de acuidade visual. Para validação da clareza e conteúdo do instrumento, os itens da escala foram apresentados a uma equipe multidisciplinar de 9 profissionais com experiência em saúde ocular e foi analisada a porcentagem de concordância. O instrumento foi ainda submetido à teste piloto e aplicado em 30 profissionais da população-alvo. O grau de concordância entre eles foi avaliado pelo cálculo do Índice de Validade de Conteúdo (IVC). A validade de construto foi verificada pela análise da consistência interna, fazendo análise dos itens pelo Modelo Rash e pelo cálculo do Alfa de Cronbach em amostra de 150 pessoas. Resultados: Na validação de conteúdo, todos os itens tiveram porcentagem de concordância maior ou igual a 80% pelos juízes. Na análise do IVC, durante teste piloto, todos os itens foram mantidos. A análise da consistência interna apresentou Alfa de Cronbach de 0,556 para subescala Conhecimentos e 0,778 para subescala de Práticas e na análise item a item nenhum dos itens prejudica esta subescala. Considerando a escala completa, o Alfa é 0,684, mostrando boa consistência interna. A análise do modelo Rasch demonstra que a escala é válida, as subescala são unidimensionais e nenhum item distorce a medida. Conclusão: A escala de conhecimentos e práticas sobre saúde ocular na infância para profissionais da estratégia de saúde da família foi elaborada com êxito, apresentando validade de conteúdo e construto.pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ:: CIENCIAS DA SAUDEpt_BR
dc.contributor.advisor1orcidhttps://orcid.org/0000-0002-7858-3045-
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde - PPGCS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ConstrucaoValidacaoEscala.pdf2,91 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons